Matéria Prima

GRANITOS

O granito é uma rocha magmática de grande beleza e exclusividade que transmite a força da natureza evocando a sua origem. A composição básica do granito à base de quartzo, feldspato e mica conferem-lhe uma dureza muito elevada na escala de Mohs e uma grande resistência à abrasão. Além disso, é totalmente reciclável, ecológica e de fácil manutenção.

Apesar dos mais conhecidos serem os granitos tradicionais e uniformes de grão médio; Há uma grande variedade entre tonalidades e formas;

Tipos de Granitos:

1. Granitos isotrópicos;  bem como outras rochas com distribuição homogênea dos seus constituintes minerais. Com base na petrografia, destacam-se neste grupo os chamados granitos com composições próximas ou afastadas do chamado minimum melting; Os charnockitos, o granito que se enquadra nessa classificação é muito conhecido é o GRANITO VERDE UBATUBA, os diferentes tipos de sienitos, um outro granito muito conhecido que se enquadra nessa classificação é o GRANITO MARROM CAFÉ, entre outros; os nortositos, os gabros: GRANITO DIAMANTE NEGRO e basaltos integram este grupo.

2. Granitos anisotrópicos ou movimentados; representados por tipos petrográficos tais como os gnaisses, orto (GRANITO GIALLO ORNAMENTAL) ou paraderivados, as rochas migmatíticas e algumas metavulcânicas, milonitizadas ou não. Nestes tipos, a distribuição preferencial de seus constituintes minerais confere o caráter movimentado à estas  rochas.

Assim como para os granitos movimentados, para as demais rochas ornamentais e de revestimento, a existência de estruturas lineares e planares, bem como outras descontinuidades, deverá exercer grande influência nos parâmetros de caracterização tecnológica. A existência destas descontinuidades implicará na redução da resistência à flexão e à compressão, determinando significativos aumentos nas taxas de porosidade e de absorção. Para compensar estas interferências recomenda-se o estudo de cortes com direções apropriadas.

A coloração dos granitos está relacionada em grande parte com processos de alteração de seus constituintes opacos e de minerais máficos (Oliveira & Costa 1998b) e com apresença de determinados minerais, dentre os quais se destaca a Clorita; Essa gama de granitos é inigualável pela sua amplitude e disponibilidades de materiais exóticos, o que lhe confere uma alta capacidade de adaptação a diferentes aplicações e tendências em arquitetura exterior e interior, desde paredes e pavimentos, até revolucionar o mundo das bancadas de granito.

O granito é disponível numa série de acabamentos: polido, alisado, granalhado, envelhecido, acetinado, jateado e flameado. E comercializado na espessura de 20 e 30mm.

 

 

MÁRMORES

Os Mármores têm suas feições texturais fortemente influenciadas por transformações metamórficas; É uma pedra de grande calidez. Estas rochas, em função do grau metamórfico, apresentam granulação variando de fina até média. Com qualificação ornamental ou de revestimento, destacam-se os tipos de grão fino, com larga aplicação no setor estatuário. O Mármore possue uma grande gama de materiais, dentre os diversos tipos disponíveis no mercado, podem ser destacados os tipos carbonáticos sedimentares e os metamórficos propriamente ditos (calcários, dolomitos e mármores). Podem mostrar grande variedade de tonalidades e cores que a natureza oferece, variando, entre o amarelo, o rosa, o salmão, o marrom, e outros.  

O Mármore Travertino é uma rocha sedimentária principalmente formada de calcário e com a sua origem há milhões de anos nos depósitos dos rios e nascentes que lhe proporcionaram uma beleza única e atemporal.

Encontramos os primeiros exemplos de resistência e de magníficas qualidades decorativas desta Pedra Natural na antiga Roma, aonde os monumentos e igrejas construídos com travertinos resistiram à passagem dos anos e continuam elegantes e majestosos.

Hoje em dia os travertinos são muito utilizados em espaços comerciais, locais de trabalho e zonas residenciais pela sua idoneidade em pavimentos e revestimentos. Destaca-se o aumento da popularidade de casas de banhos com travertinos.

O Mármore Crema Marfil é reconhecido internacionalmente como o melhor mármore crema. A sua riqueza cromática, a seu polimento excelente, as suas qualidades físicas insuperáveis e a sua resistência ao impacto, em combinação com um baixo coeficiente de absorção de água fazem dele na opção preferida de todos os arquitetos e criadores no
momento de seleção do Crema Marfil.

A superfície desta Pedra Natural permite qualquer tipo de acabamento, destacando-se o polimento e luminosidade; Os diferentes acabamentos e texturas conferem uma grande personalidade e permitem a sua aplicação a múltiplos ambientes, bastante recomendável para revestimento e lavatórios; sendo um material adequado para a decoração atual e de vanguarda.

QUARTZITOS

Os quartzitos com alto grau de recristalização e granulação predominantemente fina, quando constituídos essencialmente por quartzo, mostram textura granoblástica e podem apresentar propriedades típicas dos chamados granitos comerciais. Nestes casos, a extração será a partir de blocos, sendo possível a obtenção de chapas regulares, em teares apropriados, com posterior processo de beneficiamento envolvendo o polimento e lustro. Em função da presença de determinados minerais acessórios, como a dumortierita ou a cianita, ou ainda de minerais opacos alterados, observa-se uma variação na coloração destas rochas entre tons de azul, cinza azulado e rosa, respectivamente. Por apresentarem
características semelhantes a dos granitos ornamentais, estes quartzitos são descritos comercialmente, com certa frequência, como sendo granitos.

Ao contrário dos primeiros, os quartzitos com alto conteúdo em minerais micáceos (QUARTZITO SÃO TOMÉ) podem apresentar foliação até muito bem desenvolvida em
função da disposição preferencial destes filossilicatos, não permitindo a extração de blocos e o corte regular de chapas. Normalmente, verifica-se  uma total falta de padrão e de regularidade nas áreas de extração destes materiais. Nestes casos, a falta de regularidade dos níveis aliada aos métodos não adequados de extração determinam grandes perdas e baixas taxas de aproveitamento para os mesmos. No mercado encontram-se ainda tipos quartzosos pouco recristalizados, que a partir da análise petrográfica, podem ser 
caracterizados como sendo meta-arenitos (QUARTZITO ROSA) e ainda aqueles com altos conteúdos em feldspatos, que correspondem a meta-arcósios (QUARTZITO PINK).

Para os quartzitos, as cores variam entre os tons de branco, rosa, marrom, azul e amarelo.

ARDÓSIA

Ardósias podem ser descritas como sendo rochas metamórficas de granulação muito fina, constituídas essencialmente por minerais filossilicatos (sericita), que apresentam Clivagem ardosiana e que resultam de transformações de muito baixo grau. Na principal área de mineração e extração de ardósias no Brasil, constata-se que o metamorfismo não atingiu as condições mínimas para a transformação dos sedimentos ricos em minerais argiláceos ou cinza vulcânica em ardósias verdadeiras. Assim, embora  não correspondam do ponto de vista da petrologia à ardósias típicas, estes materiais têm sido referenciados comercialmente como tal; Os materiais que afloram nesta área mostram grande variação de tonalidade, com o predomínio de tons esverdeados e acinzentados. Com um coeficiente de absorção mínimo esta Pedra Natural possue um grau ótimo de impermeabilidade para a sua aplicação em telhados e coberturas.

A Ardósia da Marmoraria Aliança, polida e bi-polida é calibrada na espessura de 20mm e é capaz de transmitir um vinco de personalidade
inconfundível e entre as suas características estéticas sobressai a sua versatilidade, oferecendo novas tendências à decoração de interiores em espaços com liberdade de escolha e altamente personalizados. A aplicação da ardósia é especialmente valorizada na decoração atual, tanto em revestimentos exteriores como em interiores.

QUARTZO STONE

Mais conhecido como ?Granito do Futuro? ou ?Rocha Industrializada? é composto por 95% de quartzo (material natural mais abundante do planeta), ao qual se junta 5% de resina de poliéster como elemento aglutinante e pigmentos especiais), tornando-o extremamente duro e resistente. É a superfície ideal para bancadas de cozinha e banheiro, pisos e revestimentos usando o mínimo de juntas. Adicionalmente, está disponível em uma ampla variedade de tonalidades de cores de quartzo, oferecendo inúmeras possibilidades decorativas.

O quartzo é dióxido de silício cristalizado (SiO2), o componente maioritário do Granito Natural e por isso é a maior composição nas chapas do Granito do Futuro, devido à sua elevada dureza e resistência a ácidos, é usado para fazer uma grande variedade de produtos que requerem precisão e alta performance. Resistência do Granito, tato e o peso da pedra natural com aparência sofisticada e uniforme.

Vantagens do Quartzo Stone

Resistência a Manchas: por possuir superfície não porosa e altamente resistente a manchas tais como de café, vinho, suco de limão, azeite, vinagre e outros produtos do cotidiano, fácil de limpar.

Alta resistência a riscos: Por se tratar de um dos minerais mais duros que existem, isso o torna bastante duradouro, e altamente resistente a agressões externas.

Resistência a impactos: Esta resistência é alcançada através da dureza do quartzo, da elasticidade da sua resina de poliéster e do sistema de vibro-compressão utilizado durante a sua produção, o que o torna altamente resistente a impactos, superando de forma clara outros produtos similares como o granito e superfícies sólidas. Esta característica garante a segurança na sua cozinha quando manuseia objetos tais como panelas, garrafas de vidro, etc

Proteção Bacteriostática: Devido a sua composição de quartzo e resina poliéster,- as bancadas de Granito Industrializado oferecem uma maior higiene para a sua cozinha e seu banheiro.

Texturas diferentes: 03 texturas para combinar: Polido, Mate (fosco) e Rugoso.

Ampla gama de cores: O Granito do Futuro está disponível em várias cores e apresentações, como a série cintilante (cristais vidro e espelho) de forma a garantir que você encontre a cor e textura para seu ambiente.

 Limpeza diária e outros cuidados

* Não utilizar decapantes, soda cáustica nem produtos com um PH (Potencial Hidrogeniônico, e consiste num índice que indica a acidez, neutralidade ou alcalinidade de um meio qualquer) maior de 10;

* Se usar algum dissolvente, enxague com água abundante e nunca deixá-los em contato permanente.

* A disposição a lugares com infiltrações e a dissolventes podem afetar o produto até 12 horas após o contato.

* Não utilizar produtos a base de cloros como diclorometano (presente em decapante).

* A superfície do material não deve ser repolida (nem em pisos nem em bancada).

* Não utilizar desengordurantes tais como os usados nos limpadores de fornos.

* Isolar a superfície de fontes de calor (fritadeiras, etc.).

* O contato com bitucas de cigarro, papelão, jornais úmidos, serragem, granalha de aço, pregos, ferros, entre outros produtos poderá manchar as peças.

* Exposição longa e desnecessária aos produtos químicos poderá causar erosão à superfície

Atualmente esse produto é industrializado por várias empresas, tipo Silestone ou CaesarStone entre outras; e é comercializada na espessura 2cm.

 

LIMESTONE

O Limestone é uma rocha sedimentar de origem calcária, é apresentado em diversas cores claras; Como qualquer pedra natural pode apresentar variações em sua superfície, cores e veios; É comercializado em chapas nas espessuras de 2 e 3cm e ladrilhos diversas medidas.

O Limestone é especialmente utilizado em obras de arte, monumentos, revestimento de fachadas, muros e paredes, tomando agora impulso na arquitetura de interiores no revestimento de pisos, soleiras, peitoris, bancadas, áreas externas e até em piscinas. Para ambientes internos, as aplicações mais recomendadas são as peças foscas; para exteriores, os modelos antiderrapantes.

O Limestone é um material nobre de cor clara, que não absorve calor, pode ser encontrado impermeabilizado e tem elevada durabilidade. Para a manutenção, recomenda-se somente usar pano umedecido com água.

Devido suas características mineralógicas, o Limestone não é um material resistente a ácidos, produtos ásperos de limpeza, bebidas alcoólicas, sucos de fruta, vinho, limão, vinagre e produtos do gênero, pois estes podem danificar e causar manchas. Para sua utilização e um melhor aproveitamento, é indicado selar a pedra antes de seu assentamento (dos dois lados)com a aplicação de produtos hidrofugantes que penetram nos poros, sem alterar as características do material, reduzindo a infiltração de resíduos como água e óleo. Em alguns casos é necessário ainda remover as impuresas com um detergente específico, antes da aplicação do produto.

Para assentar o Limestone deve-se usar argamassa específica branca, tanto a instalação/assentamento e os procedimentos de impermeabilização devem ser realizados por profissionais gabaritados. Informe-se com nosso técnico marmorista, ele é a pessoa mais indicada para orientá-lo(a).